Eu tenho uma filha que rosna!



Para quem leu o título do post e não entendeu nada, vou falar de novo: Minha filha rosna!
Pois é, rosna! E acreditem, não estou falando da Bebela, tirando algumas vezes que ela se estranhou com o Thomaz, o rosnado que eu to falando nem se compara com esse estranhamento entre meus gatos.
Ai gente, eu preciso desabafar! É difícil essa vida de mãe, viu? Passei nove longos meses carregando minha filha na barriga, alisei essa barriga o dia inteiro e ganhei infinitos quilos. Aí minha filha nasce e minha barriga fica parecendo um pudim que desandou, mas tudo bem, estar com a pequena no colo é tão bom que nada mais tem importância. O tempo vai passando e minha doce bebêzinha vai ficando cada vez mais fofa. Ela ri, conversa, brinca. E eu fico mais encantada ainda! (Pausa)

É aí que eu me lasco! Completamente abestalhada de amor, nem percebo que minha filha está prestes a  tirar as garrinhas de fora...

(continua) E lá estou eu, apaixonada da vida por minha filha, resolvo colocar mais roupas nela em um dia muito frio. E quando menos espero, ela se irrita com o casaco que é difícil de passar pelo bracinho, me olha com raiva e rosna pra mim!! Rosna mesmo, como se estivesse sempre observando os bichos para ver como faz, só não mostra os dentes porque ainda não tem, mas fica até vermelha de tanto esforço que faz para mostrar sua insatisfação e é aí que vem a dificuldade de ser mãe.
O que se deve fazer numa situação dessas? Já que ao mesmo tempo que você fica fula da vida por estar presenciando tamanha mal-criação, seu coração se enche de orgulho por ver que sua bebê está cada dia mais esperta e já sabe muito bem o que quer! Ela tem personalidade e não tem medo de mostrar ao mundo o que pensa! O jeito é fingir que não percebeu, ou simplesmente dar outra rosnada de troco!

5 comentários:

  1. Padrinho Dudu24/08/2011 00:53

    ai ai, quanta fofura...

    ela me lembra o padrinho dela quando aquele muleque esperto era um bebe...
    se tudo der certo, pense no amor que ela vai ser quando crescer

    soh nao deixa ela chutar a perna dos outros que nem padrinho fazia!!!

    ResponderExcluir
  2. A Analu (pensa na Sophia falando, com o "u" bem tônico e as sílabas bem separadas) é uma super fofa ... PAty, você não entendeu, ela é uma gatinha!! Bem branquinha, beeeeeem amada!!

    Coisa linda da tia!! E viu, já tem 3 seguidores ... suuuper feliz!!!

    Beijos, Má
    www.monmaternite.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, achei estranho o titulo do post e vim conferir.
    RSRS, achei até engraçado suas palavras mas vejo que não soube como agir né?
    Tenho dois filhos um de 12 e um de 08, então acho que posso te aconselhar né rsrs.
    Olha é maravilhoso ver que nossos filhos já sabem se expressar e se defender desde pequenininhos mas não deixe que ela se aproveite.
    Ai vc me pergunta, mas como assim se aproveitar???
    Seguinte: esses pqns são espertos que só vendo e se vc fizer o que ela quer ela perceberá que sempre que não quizer algo que se precisa fazer com ela e ela rosnar ela ganha.
    Então da próxima vez se acontecer de novo, olhe bem nos olhinhos dela e diga: MEU AMOR VC PODE ATÉ FICAR BRAVA MAS A MAMÃE PRECISA FAZER ASSIM QUE É PRO SEU BEM e faça o que tiver que ser feito.
    ENTENDEU??? rsrs
    Beijos e boa sorte

    ResponderExcluir
  4. Ai Paty, tb fiquei com um pudinzinho que desandou...mas vale a pena, agora dalhe abdominais...hahahae
    O meu filho não rosna, mas fica bababababa quando está bravo...mas o melhor, ele já fala mama...e é mamãe mesmo...porque ele fala sempre que quer vir comigo...lindo demais isso, vc vai derreter ao escutar sua filha te chamar...Beijos

    ResponderExcluir
  5. Paty, o primo Henrique não rsna, mas qdo fica bravo fica se jogando pra trás. Tb nunca sabia como agir, e minha mãe disse que nessas horas vc tem que fingir que não percebe e continua fazendo o que tem que ser feito, e falar com ele bem tranquilamente. É difícil, mas tem que ser assim, né?? hehehehe...esses pequenos nos deixam doidas!!

    ResponderExcluir